terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

O Folclore Sergipano

O folclore sergipano é um dos mais ricos do país. Por aqui são encontradas diversas das mais interessantes manifestações populares do Brasil.

A diversidade folclórica de Sergipe se deve às contribuições de herança sócio-cultural dos elementos formadores da nossa sociedade: indios, negros e brancos.

Exemplo dessa afirmação são as danças, folguedos e festas populares que fazem parte da vida dos sergipanos os quais passaram por um processo de sincretismo e continuam em constantes readaptações, especialmente na atualidade, quando estão muitas vezes sofrendo fortes influências da chamada indústria cultural. Entretanto, essas tradiçoes se mantêm graças aos esforços de alguns membros. As principais manifestações culturais sergipanas são:

Festas dos Santos Reis

Nessa tradicional manifestação popular o folclore se destaca através do reisado, ou bumba meu boi, que é apresentado em diversos municipios do estado sempre na primeira semana do mes de janeiro.

Itabaininha, Cumbe, Neopolis, São Domingos e Japaratuba são alguns dos municipios onde a festa dos reis é realizada.

Lambe-Sujo X Caboclinhos

Auto popular, que rememora a época em que os caboclinhos (índios) eram usados pelos donos das terras sergipanas para destruir os ranchos e mocambos onde os negros (Lambe-sujos) fugitivos das senzalas se escondiam.
No segundo domingo de outubro, a cidade de Laranjeiras vive e participa desse verdadeiro teatro popular.

Imperdível !!

Taieira

Grupo de influência africana e com fortes características religiosa, tem também o seu lado profano.

Como característica religiosa, tem por objetivo a louvação a São Benedito e a Nossa Senhora do Rosário, ambos padroeiros dos negros no Brasil. Durante a missa na igreja de São Benedito, em Laranjeiras , as Taieiras, tem como personagens: o rei, o ministro, o patrão e as rainhas, partivipavam efetivamente do ritual cristão, numa demonstração clara do sincretismo religioso entre a Igreja católica e os rituais Afro-brasileiros.
O momento da coroação, em que se retira a coroa da imagem de Nossa Senhora do Rosário para colocar na cabeça da "Rainha das Taieiras" é o ápice da festa, que se realiza sempre no dia 06 de janeiro.

Segundo os estudiosos a Taieira é uma corruptela variante das Talheiras, dança que era comum o uso de talhas como elemento básico da coreografia e do ritual.

Bacamarteiros

Trata-se de mais um folguedo popular de origem africana, com influência indígena, ligados ao ciclo folclórico da Guerra do Paraguai, próprio do ciclo junino que chegou ao Brasil no período colonial.
Os Bacamarteiros comemoram a noite de São João (24 de junho) com dança, música e muitos tiros de bacamarte (rifle artesanal). O grupo é composto de mais de 60 participantes.
Difundido nas cidades de Carmópolis, Capela e General Maynard. Destaca-se o de Carmópolis que surgiu no inicio do século passado no povoado Aguada, congregando todos os que trabalhavam nas usinas canavieiras e no cultivo da mandioca.

Inúmeras são as manifestações folclóricas no estado de Sergipe. Além das citadas acima, podemos encontrar outras, tais como: Reisado, Parafusos, Dança de São Gonçalo, Chegança, Cacumbi, Samba de côco, Batalhão, Batucada, Bumba meu boi, Cantoria, Dança de São João, Cangaceiros, Guerreiros Treme Terra, maracatu, Maculelê, Olorum Áxé, Pastoril, Samba de Aboio, Samba de Parelha, Sarandagem , Sarandaia e mais , muito mais. A cidade de Laranjeiras é a que congrega o maior numero dessas maninfestações. Vindo a Sergipe, interessado por essas manifestações, não deixe de visitar essa maravilhosa cidade sergipana que fica a pouco mais de 15kms da capital Aracaju.

Ah sim, a visita ao Museu do Negro é ,sem sombra de dúvida, uma necessidade de todos os que vão visitar Laranjeiras.


2 comentários:

Anônimo disse...

parabens pelo blog...
Na musica country VIRGINIA DE MAURO a LULLY de BETO CARRERO vem fazendo o maior sucesso com seu CD MUNDO ENCANTADO em homenagem ao Parque Temático BETO CARRERO WORLD em PENHA/SC. Asssistam no YOUTUBE sessão TRAPINHASTUBE, musicas como: CAVALEIRO DA VITÓRIA, MEU PADRINHO BETO CARRERO, ENTRE OUTRAS...
VIRGINIA DE MAURO a LULLY é o sonho eterno de BETO CARRERO e a mão de DEUS.
vou divulgar este maravilhoso blog

Anônimo disse...

muito legal , mas seria melhor se tivessem colocado mais sobre os tipos de danças um de cada vez!!!