quarta-feira, 28 de abril de 2010

Culinária Sergipana: Expressão da cultura



Território marcado, desde as origens, pela pecuária, a culinária sergipana inclui vários pratos nos quais o leite é ingrediente básico. Coalhada, queijos, requeijões, doces de leite de vários tipos estão presentes no cardápio do dia-a-dia das famílias, assim como nos restaurantes. A carne de boi, de carneiro ou de bode é consumida assada ou cozida numa grande variedade de formas. A carne de sol é uma delas, e o município de Cedro de São João se notabiliza pela excelência desse produto. Buchada e sarapatel são alimentos preparados com as vísceras dos animais. No tocante às aves, se destacam a galinha de cabidela ou ao molho pardo.

Já os peixes e mariscos integram o cardápio das áreas litorâneas e ribeirinhas, sendo preparados com leite de coco e apresentados com uma infinidade de variações. O consumo de caranguejo, preparado de várias formas (casquinha, moqueca, fritadas e fervido em água com verduras), incluindo o ritual de quebrar e comer caranguejo em bares nas praias, é costume que os sergipanos apresentam como um dos seus distintivos.

Há uma série de alimentos marcados pelo uso periódico, a exemplo do milho verde, do qual se faz canjica, pamonha e manauê, muito consumidos no período junino. Quanto à macaxeira e a mandioca, elas fornecem os ingredientes para os angus, pés de moleque, beijus de tapioca, bolachinhas de goma, queijadas e bolos de vários tipos.

Algumas comidas têm área de ocorrência mais localizada, como a maniçoba em Lagarto e Estância feitas com folhas de mandioca; os doces de cactos ou de raiz de umbuzeiro e as umbuzadas correntes no sertão; ou os pratos à base de maturi (castanha verde de caju).

As compotas ou doces em calda, doces secos ou batidos, feitos com frutas regionais, acompanham as refeições da maioria dos sergipanos, a exemplo do exótico doce de araçá, mas encontrado em Estância.

Por fim, os sergipanos têm na carne, no feijão e na farinha de mandioca o tripé de sua alimentação diária e tradicional.
Vindo a Sergipe não deixe de degustar as delicias da culinária da terra.

Fonte:
CARDOSO, Amâncio - Prof MSC de História do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe - 2010.
Cultura Sergipana. In: FRANÇA, Vera Lucia Alves & CRUZ, Maria Tereza Souza (Coordenadoras). Atlas Escolar Sergipe: espaço geo-histórico e cultural. João Pessoa-PB: Grafset, 2007. -.192.