quinta-feira, 20 de novembro de 2014

A Rota do Cangaço

Em julho de 1938, na fazenda de Angicos, no município de Poço Redondo, a saga do cangaço tem uma de suas mais sangrentas batalhas na Grota do Angico, episódio este que culminaria, anos depois, com o desaparecimento dessa prática delituosa nos sertões do nosso país. Virgulino Ferreira da Silva, mais conhecido como Lampião, sua companheira Maria Bonita e mais nove dos seus parceiros de aventuras foram cercados e mortos pela volante do tenente Bezerra no alvorecer do dia 28.
Neste lugar, hoje cercado por belas árvores à margem do rio São Francisco, encontramos o Cangaço Eco Parque. O embarque é feito em catamarãs na cidade de Piranhas. Doze quilômetros rio abaixo chegamos até o parque onde somos recepcionados por guias devidamente paramentados como cangaceiros. Após uma breve palestra sobre o lugar somos convidados a seguir a trilha até onde o bando de Lampião foi morto. A história do sangrento combate é contada em toda a sua dramaticidade pelos guias que nos acompanham até a grota. No retorno, sob a sombra das mangueiras, provamos das delícias do sertão.

Nenhum comentário: